O Selvagem – Ed. Especial de Colecionador (1953)

Home / Década de 50 / O Selvagem – Ed. Especial de Colecionador (1953)

O Selvagem – Ed. Especial de Colecionador (1953)

o-selvagem


Sinopse:

Obras-Primas do Cinema apresenta: O SELVAGEM, dirigido por Laslo Benedek e produzido por Stanley Kramer. Estrelado por Marlon Brando que influenciou gerações de jovens com seu personagem Johnny Strabler, líder de uma gangue de motociclistas, sempre vestido com uma jaqueta de couro, e pilotando uma Triumph Thunderbird 6T de 1950. Lee Marvin também se destacou como o líder da gangue rival. Versão remasterizada com mais de 1 hora de extras!

Johnny (Marlon Brando) é o líder de uma gangue de motociclistas que invade uma cidade pequena na hora de uma corrida de motos. Só que eles são obrigados a deixar Wrightsville por pressão da polícia, e partem para outra cidade onde também arranjam confusão com uma outra gangue de motociclistas liderada por Chino (Lee Marvin).

– Extras:

  • Introdução ao filme por Karen Kramer (1:23)
  • Especial: “Hollister, California: Bikers, Booze and The Big Picture” (27:49)
  • Brando: Nasce um ícone (18:39)
  • Stanley Kramer: A Busca do Homem pela Verdade (16:56)

Informações Técnicas:

Título: O Selvagem

Título Original: The Wild One

País de Produção: Estados Unidos

Ano de Produção: 1953

Gênero: Drama

Direção: Laslo Benedek

Elenco: Marlon Brando, Mary Murphy, Robert Keith, Lee Marvin, Jay C. Flippen, Peggy Maley, Hugh Sanders, Ray Teal, John Brown, Will Wright.

Idioma: Inglês (original), português (dublagem)

Legendas: Português – Inglês

Duração Aproximada: 79 minutos.

Região: Aberto para todas as zonas (Livre)

Áudio: Dolby Digital 2.0

Vídeo: 1.33:1

Cor: Preto e Branco

Código Interno: OP-196

Código de Barras: 7898570943062

Faixa Etária: 12 Anos – Contém: Violência

o-selvagem-1

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Fale Conosco

Mande-nos sugestões e críticas, pois suas dicas e opiniões serão sempre bem-vindas!!!

Ilegível? Mude o Código aqui. captcha txt
tbdcosm_ec002maxresdefault